O governador Geraldo Alckmin confirmou na manhã desta quarta-feira (3) o início de novas obras rodoviárias na região de São José do Rio Pardo, que vão beneficiar mais de 200 mil habitantes, impulsionar o turismo e melhorar o escoamento da produção agrícola, além de gerar 540 postos de trabalho. As obras são resultados dos esforços do deputado estadual Barros Munhoz e do federal Silvio Torres, que representam a região, além dos prefeitos e vereadores das cidades beneficiadas.

Em discurso no evento, o prefeito se São José do Rio Pardo, Dr. Ernani, destacou o apoio incondicional dos dois parlamentares à região. “Não podemos deixar de agradecer aos deputados Barros Munhoz e Silvio Torres, que sempre que solicitados estão lá, reforçando nossos pedidos junto ao Governo do Estado, ajudando a resolver nossas demandas. Além de nossos representantes, são grandes amigos do nosso povo”, comentou. A cerimônia também contou com a presença do secretário estadual de Logística e Transportes, Laurence Casagrande Lourenço.

Munhoz, que já tinha compromisso assumido para a mesma data, não pode comparecer, mas foi representado por assessores e comentou a nova conquista. “Agradeço ao governador Geraldo Alckmin por sempre se manter atento às nossas demandas, às necessidades das cidades. Essa é mais uma conquista importante para essa região na qual sempre sou muito bem recebido. Melhorar as rodovias é garantir mais segurança e progressos para nosso povo”, comemorou.

No evento, Alckmin anunciou obras de recuperação e recapeamento de pistas e pavimentação dos acostamentos na SP-270, entre Mococa, passando por Rio Pardo, onde dois acessos também serão ampliados, até São Sebastião da Grama; mais a recuperação, asfaltamento e correção de ondulações na SP-350, entre São José do Rio Pardo e Tapiratiba, além de implantação de rotatórias, sinalização e pintura de faixas. Outras duas vias que dão acesso a São José do Rio Pardo, a SPA 234/350 e a SPA 270/350, também receberão melhorias. Juntas, as obras somam mais de R$ 70 milhões em investimentos.