O deputado Barros Munhoz voltou à sede da ARTESP (Agência Reguladora dos Serviços Delegados aos Transportes do Estado de São Paulo) na manhã desta quinta-feira (3) para tratar, mais uma vez da implantação de passagens agrícolas na Rodovia SP-147, mais precisamente no trecho duplicado entre Mogi Mirim e Engenheiro Coelho.
 
O parlamentar, juntamente com a vereadora Maria Helena Scudeler de Barros e uma comissão de agricultores mogimirianos, vem buscando a implantação desses acessos junto à concessionária Intervias, que administra a pista. Durante a audiência foram expostas as reivindicações dos produtores rurais e debatidas as questões que, atualmente, impedem as obras.
 
“Essa é uma luta à qual estou pessoalmente dedicado. Encontramos barreiras técnicas e jurídicas, que estamos de toda forma tentando superar. O governador Geraldo Alckmin também quer transpor esses empecilhos encontrados. Estou empenhado e vou insistir nessa causa, que considero totalmente justa e urgente”, disse Munhoz.
 
A reunião solicitada por Munhoz contou com as presenças de Pedro Brito, diretor de Investimentos da Artesp; Luciano Louzane, diretor superintendente da Intervias; e os técnicos da Artesp: Nelson Machado, gerente de engenharia; Rodrigo Hirata, analista de projetos e Octavio Campos, gerente de projetos. O processo agora segue para uma nova análise da ARTESP e da Intervias, onde serão verificadas as possibilidades de adequações aos contratos que permitam a viabilização efetiva das obras.