Após grande empenho do deputado Barros Munhoz para ajudar a Santa Casa de Mogi Mirim, a instituição voltou a funcionar normalmente, retomando 100% de suas atividades graças aos recursos na ordem de R$ 13 milhões conquistados junto à CEF (Caixa Econômica Federal).

O acordo foi possível após diversas reuniões intermediadas pelo deputado entre o provedor da Santa Casa, Milton Bonatti, com o presidente da Caixa, Gilberto Occhi e com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, em encontros que contaram também com a presença do prefeito de Mogi, Carlos Nelson Bueno, e com o apoio do deputado federal Fausto Pinato.

Com o novo empréstimo, que foi assinado no início de julho e que tem prazo de 120 meses para pagamento, com seis meses de carência, a Santa Casa de Mogi Mirim conseguiu colocar em dia seus débitos com fornecedores, funcionários e corpo clínico. “A ajuda do Barros Munhoz foi imprescindível para que conseguíssemos avançar nas negociações com a Caixa. Estamos muito gratos ao deputado, graças a isso conseguimos voltar a funcionar normalmente”, comentou Bonatti.